DICAS DE COMO MANTER A CRIATIVIDADE EM ALTA

Por: Heloisa Kanter | 13 agosto 2020 | Comportamento, Criatividade, Home Office, Inovação, Mindset, motivação
Artigo

O que é a criatividade?

É a capacidade de imaginar, criar, produzir ou inventar conceitos e coisas inéditas. Ela se caracteriza pela capacidade que uma pessoa tem de ver o mundo de novas maneiras, para identificar padrões que estejam escondidos, estabelecer novas conexões entre fenômenos que aparentemente não se conectam e gerar soluções novas, inusitadas.

E como somos seres sociais, um combustível importante para manter nossa mente ativa é o convício com pessoas, é o contato com situações novas e diversas. O fato de se deslocar, por exemplo, até a empresa, até a academia já faz com que se tenha contanto com coisas e pessoas diferentes.

A possibilidade de trabalhar, pelo menos em certos momentos, presencialmente, de se fazer um treinamento, já nos gera “combustível” pois nos deparamos com as outras pessoas, cada uma com um humor, com histórias do fim de semana ou roupas diferentes, opiniões contrárias…..

Mas e agora com que estamos passando por um isolamento social? Por um home office restritivo?

Como se manter criativo e inovador?

Segundo, os estudiosos Jeff Dyer, Clayton M. Christense e Hal Gregersen, autores do livro “The innovator’s DNA” de 25% a 40% da nossa criatividade está ligada à genética, todo o restante vem de algumas características que podemos estimuladar:

1. Capacidade de associação: esta é considerada uma das mais importantes em pessoas criativas. As associações ocorrem quando o nosso cérebro tenta processar informações em sequência, dando-lhes lógica e coerência. Ao se fazer isso, é possível descobrir conexões entre questões que parecem isoladas.

Segundo o livro, pensadores inovadores relacionam ideias nas quais os demais indivíduos, usualmente, não enxergam relação. Ao exercitar o pensamento associativo, aumentamos nosso repertório e ampliamos as conexões, sendo disso que as novas ideais podem surgir.

2. Questionamentos: esgotar as dúvidas, não se satisfazer com respostas fáceis é uma das características importantes para ser inovador. Questione tudo, desafie o status quo – “O que aconteceria se mudássemos isso?”.

Entender como as coisas são, por que são daquela maneira e como seriam se fossem mudadas, abrem caminhos a novas perspectivas, novas possibilidades.

3. Networking: inovadores costumam dedicar tempo e testar suas ideias com pessoas diferentes (diversidade), com áreas diferentes, trocar informações com pessoas de bagagens culturais e até mesmo perspectivas contrárias.

É preciso sair da zona de conforto, expandir a mente, ser contestado, só assim nossa mente poderá criar novas conexões, imaginar outros cenários.

Pensando ainda neste momento que estamos vivendo de pandemia, há pequenas ações que adotadas podem auxiliar a criatividade:

– Aprenda novas receitas

– Desenhe o que você vê através de sua janela sob diferentes perspectivas

– Desenvolva a fotografia para pequenos objetos ao redor

– Escreva um texto

– Leia ou veja algo de ficção

– Tende um novo hobby

– Entre em contato com as artes ou ciência

Afinal a criatividade nos auxilia a vencer desafios, assim como a aumentar nosso sentimento de auto realização.

Voltar